• Bárbara Zago

Crítica: 'Radar Pet' é programa informativo e emocionante


Cachorros já são criaturas incríveis por natureza. E agora, o novo programa da National Geographic revela que eles também podem ser grande aliados quando se trata da buscas por outros animais desaparecidos. Na série Radar Pet, quatro cães - Barão, Irá, Gugo e Sinatra - são os protagonistas. Junto à equipe Busca Pet, eles ajudam famílias que perderam seus animais de estimação. Se fosse um filme, já seria emocionante por si só. Mas, por se tratar de casos verídicos, acaba por torna-se quase impossível não se envolver e torcer por um final feliz.

Cada episódio mostra três casos de animais desaparecidos, porém nem todos acabam da mesma forma. Durante as buscas, a série acompanha os passos básicos e revela pistas sobre o paradeiro através da linguagem corporal dos cachorros.A equipe, ao mesmo tempo em que dá suporte à família, garante que os animais estejam bem cuidados e não sofram com o trabalho. Os humanos são coadjuvantes e fazem com que as atividades de busca sejam sempre gostosas para os animais.

A partir de diferentes habilidades, os cães conseguem delimitar o perímetro em que o animal perdido esteve, isso tudo somente através do cheiro. Mais do que contar histórias, o Radar Pet é um programa informativo, e se propõe a ensinar diferentes formas de agir caso algum espectador passe por uma situação semelhante.

As buscas não se limitam somente à cidade; os cachorros chegam a adentrar matas e zonas rurais para encontrar pistas. Ao mesmo tempo em que pode ser angustiante, o programa prende o público, quase que o obrigando a assistir tudo até o final.

Toda quinta-feira, às 21h, no National Geographic, os episódios de Radar Pet são informativos, angustiantes e emocionantes. Quem assiste aos primeiros casos, percebe-se ansioso para a semana seguinte.

#Televisão #Crítica #RealityShow