Carol Levy aposta no lúdico e na imaginação

25/10/2019

Se Scheherazade, de Mil e Uma Noites, contava histórias ao rei para evitar ser executada, a pernambucana Carol Levy fez desse recurso a sua carreira artística. E uma maneira para formar crianças e jovens melhores para a sociedade. “É fazer da arte um instrumento de educação e melhora do ser humano”, contextualiza a artista nordestina.

 

Com uma carreira de mais de dez anos,  Carol já tem no currículo três DVDs, um CD e um programa Contarolando Com Carol Levy, que foi vinculado pela Rede Globo Nordeste.

 

Foram 25 episódios, que a ajudaram a se tornar o conhecida do grande público, com um canal no Youtube de milhares de visualizações, onde conta histórias de uma maneira lúdica e interativa, com destaque para os gestos e performances engraçadas.

 

Como a artista diz em entrevistas, sua maior influência foi a cantora, compositora e contadora de histórias Bia Bedran. “Porque pra mim ela é uma artista completa. É uma contadora incrível, de uma sensibilidade absurda. Ela tem ritmo, e também envolve a música com a história. Sou muito fã dela, eu acho ela incrível, maravilhosa”.

Carol faz a segunda semana de apresentação do seu espetáculo Canta Bicho, na Caixa Cultural, de sexta a domingo, com uma sessão extra no sábado, às 15h, sempre às 17h e com entrada gratuita. A novidade desse final de semana será um workshop que a artista fará no domingo, 27, com inscrições feitas no seu e-mail, para maiores de 18 anos.

 

A concepção desse espetáculo é uma casa com seus cômodos e uma colorida cozinha, onde a artista entra com uma sombrinha na mão, com se lá fora estivesse chovendo, numa alusão ao filme Cantando na Chuva, e convidando o público para participar do espetáculo, com muitas historinhas, músicas e sugestões de livros.

 

“O projeto está cheiro de novidades! Montei uma casa linda, novinha, cheira de coisas boas para partilhar com as crianças e estou louquinha para receber uma visita”, convida a artista para essa viagem pelo mundo do faz de conta dos livros e da imaginação humana.

 

No workshop, Carol vai ensinar o público adulto técnicas narrativas “Se os pais e professores fizerem um bom trabalho educativo, ajudarão a tornar suas crianças adultos melhores”, filosofa.

           

Ficha Técnica do espetáculo:  

Concepção: Carol Levy e Luciano Pontes  

Direção Geral: Carlinhos Borges e Carol Levy  

Direção Artística: Luciano Pontes  

Texto: Carol Levy  

Cantora e Contadora de Histórias: Carol Levy  

Direção Musical, Arranjos, Trilha Sonora: Carlinhos Borges  

Operação de Luz: Carol Autran 

Técnico de Som: Demetrius Amaro  

Criação de Figurinos: Marcondes Lima  

Criação e Execução de Cenários: Bia Pessoa  

Produção Executiva: Bruno Cássio Leal  

Produção Local: Raphaella Feitosa  

Realização: Guaxe Produções e Onomatopeia Ideias Sonoras  

Duração: 70 Minutos  

  

 Serviço:  

Conto de Casa  

Local: CAIXA Cultural São Paulo(Praça da Sé, 111, Centro)  

Datas: 25, 26 e 27 de outubro (sexta a domingo, às 17h, com sessão extra aos sábados às 15h)  

Entrada franca: (ingressos distribuídos a partir das 9h do dia da apresentação)  

Capacidade: 80 pessoas 

Classificação indicativa: Livre  

Informações: (11) 3321-4400  

Acesso para pessoas com deficiência  

Patrocínio: CAIXA e Governo federal  

  

Workshop Também Quero Contar Histórias  

Facilitador: Carol Levy  

Quando: 27 de outubro de 2019 (domingo)  

Horário: 09h30 às 12h30  

Onde: CAIXA Cultural São Paulo (Praça da Sé, 111, Centro)  

Lotação: 25 pessoas  

Inscrição:  Pelo e-mail: contato@carollevy.com.br

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Publicidade