Crítica: 'Homem-Aranha: De Volta ao Lar' diverte, mas não supera anteriores

06/07/2017

É quase impossível assistir ao novo filme do Homem-Aranha sem relembrar da trajetória do herói e, principalmente,  comparar com as outras produções do "amigão da vizinhança". Afinal, toda sua história é repleta de altos e baixos, momentos marcantes e alguns outros que não levam o herói à lugar algum. Sendo assim,  Homem-Aranha: De Volta ao Lar não chega aos cinemas como a folha em branco que era Homem de Ferro ou Capitão-América,  por exemplo.  Pelo contrário. Ele chega rodeado de expectativas e com a tarefa hercúlea de superar o primeiro e o segundo filme da saga de Sam Raimi, com Tobey Maguire. 

 

Assim, a Marvel não perde tempo fazendo a história de origem tradicional, com picada de aranha e a morte do tio Ben. O filme já começa com Peter Parker (Tom Holland) tentando entender o que aconteceu na cena do aeroporto, vista em Capitão América: Guerra Civil. Típico adolescente, ele é entusiasmado, curioso. Quer logo voltar à ação e mostrar para Tony Stark (Robert Downey Jr, em rápidas participações)que é herói digno de integrar a equipe dos Vingadores e combater o mundo de todos os problemas.  No entanto, ele é deixado de lado e cumpre todas as atividades do bairro, como combater assaltantes de bicicletas.

 

O começo do filme, então, vai muito bem. Holland se mostra entusiasmado e confortável com seu papel, indicando  que não se influenciou  pelas personagens de Maguire e de Andrew Garfield. Ele conseguiu construir seu próprio Peter Parker -- e que é muito bom, por sinal. Além disso, o clima estudantil, que remete à Clube dos Cinco e até para  De Volta para o Futuro, ajuda a construir um clima agradável na trama, condizente com as HQs clássicas do "cabeça de teia" -- afinal, ele é um estudante do ensino médio quando é picado, ao contrário do que foi visto nos outros filmes com o Homem-Aranha mais velho.

 

Para compôr o ambiente, o diretor Jon Watts, do mediano A Viatura, também acerta na escolha de coadjuvantes. Jacob Batalon surpreende como Ned (que deve vir a ser o Duende Verde ao longo da nova franquia), arrancando risadas e servindo muito bem como escape cômico da história, tirando a sobrecarga de funções de Tom Holland.  Além disso,  a estreante Laura Harrier faz uma Liz mais contida,  mas que convence como o par romântico de Parker,  preparando a chegada de Mary Jane nos próximos capítulos.  O único grande erro é Marisa Tomei como tia May.  Não tem carisma, não tem bons momentos. 

Além do clima estudantil, que fazia falta nos outros filmes da saga, a Marvel deu mais atenção ao realismo da história. Ao invés de dezenas de vilões megalomaníacos (alô, Homem-Aranha 3), este novo filme cria uma personagem mais sóbria e com motivações mais mundanas -- e ainda com a ótima atuação de Michael Keaton, que repete o papel de seres alados em filmes de heróis. Não há motivações para acabar  o mundo,  nem para criar um raio destruidor  que vai sugar toda galáxia. Ele é só um homem que encontra um meio de sobreviver.

 

No final, porém, há uma clara sensação de que "faltava algo". Qualquer um que assistir o filme vai se divertir, vai achar engraçado, vai gostar de Tom Holland e de Michael Keaton. E quem dizia que Tony Stark iria roubar a cena, vai ver também que não é assim. No entanto, parece que ainda há a falta de momentos grandiosos, cenas marcantes. Lembra da cena do trem em Homem-Aranha 2? Falta algo naquele estilo,  ainda que Jon Watts tente repetir a cena (ou homenagear?) por meio de um cena com elevador e outra com uma balsa. Falta uma cena para ficar marcada na mente dos que assistem.

 

O resultado final,  no entanto,  é positivo.  Apesar desta sensação de que falta algo e de não chegar ao Homem-Aranha 2, o filme diverte e prepara muito bem a franquia -- já estou ansioso para ver o Duende Verde e a Mary Jane, por exemplo. Afinal, há um ótimo desenvolvimento de personagens e de situações. Só falta a trama ganhar mais tração e força daqui pra frente para se tornar uma das franquias mais interessantes do universo Marvel.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Publicidade