Gostou de ‘Jogador Número 1’? Então assista esses 5 outros filmes

02/04/2018

O livro Jogador Número 1, de Ernest Cline, é uma maravilha. Nerd do começo ao fim, ele é recheado de referências à cultura pop e à grandes filmes da história do cinema. E no longa comandado por Steven Spielberg (Jurassic Park, Tubarão), as referências também não são poucas -- ainda que, por conta dos direitos de imagem de estúdios, elas sejam bem mais reduzidas aqui.

 

Assim, listamos cinco filmes indispensáveis que dialogam com Jogador Número 1 e que são obrigatórios para os que, assim como nós do Esquina, se maravilharam com a adaptação do livro de Ernest Cline. E se você tiver mais sugestões de longas que dialoguem com este novo acerto na carreira de Steven Spielberg, não deixe de escrever seu comentário logo abaixo!

 

Tron: Uma Odisseia Eletrônica

A meu ver, é a grande referência narrativa da história de Jogador Número 1. Afinal, as duas tramas contam com “criadores” desaparecidos e com a busca desenfreada na sequência. Então, se você gostou das corridas alucinantes e do clima cheio de luzes neon do filme de Spielberg, nem pense duas vezes antes de partir para assistir essa pérola de 1982 com um Jeff Bridges ainda jovem e uma direção inspirada de Steven Lisberger, que viria a dirigir a continuação em 2010.

 

As Aventuras de Buckaroo Banzai

Filme pouquíssimo conhecido pelo público, é uma daquelas pérolas da ficção científica que nascem fadadas ao fracasso, mas acabam se tornando ícones cults -- como é o caso, por exemplo, de Blade Runner. Aqui, acompanhamos a história do próprio Buckaroo Banzai, um cientista que aperfeiçoou uma máquina que lhe permite viajar por meio de materiais sólidos, dentro na oitava dimensão. E apesar de ser um filme B de baixíssimo orçamento, ele conta com pontos que se conectam e dialogam com Jogador Número 1, principalmente entre a oitava dimensão e o OASIS.

 

O Gigante de Ferro

O robô da emocionante animação Gigante de Ferro, surpreendentemente, tem um papel de grande importância em Jogador Número 1 e é bem mais do que um easter egg ou uma referência. Por isso, é imprescindível conhecer mais dessa animação de 1999 dirigida pelo excepcional Brad Bird, de Os Incríveis. A história, aqui, é bem mais profunda e emocionante do que aparenta e, ainda que faça sentido para os pequenos, é totalmente focada nos mais velhos. Indispensável.

 

 

Akira

Akira é um marco do cinema moderno de animação. Adaptado de um famoso mangá, ele foi um dos primeiros filmes, lá nos idos de 1988, a levar os traços orientais para o cinema mais popular. A história dialoga totalmente com Jogador Número 1: acompanha a história de uma gangue de motoqueiros que entra num conflito e, como resultado, acaba tendo um de seus integrantes sequestrados para servir como cobaia. As corridas de moto -- assim como Tron -- e o revolucionário cuidado técnico de sua produção, sem dúvidas, inspiraram Spielberg em seu novo filme. Vale assistir.

 

Os Garotos Perdidos

É o menos óbvio dessa lista e é, provavelmente, o que pode fazer as pessoas torcerem o nariz. Mas, sem dúvida, esse foi um dos pilares que serviu à Ernest Cline para criar os seus personagens de Jogador Número 1, inseridos numa sociedade que parece não permitir as suas existências. Em Os Garotos Perdidos, temos dois irmãos que se mudam para o interior dos EUA. Um deles logo se enturma, mas o outro acaba se envolvendo com uma gangue de vampiros. Não há uma ligação direta entre as tramas, mas a psicologia e a construção dos personagens deste filme de 1987 são claramente identificáveis no filme de Spielberg. Dê uma chance!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Publicidade