Série 'Impuros' retorna mais intensa na segunda temporada

09/11/2019

Depois de uma boa primeira temporada, a série Impuros ganha mais uma rodada de episódios na FOX Premium. Brasileira, a produção busca mostrar os dois lados da guerra do tráfico. Ali, todos personagens são heróis e vilões dentro de suas realidades. Ainda mais no Brasil dos anos 1990, quando há uma forte turbulência política com o então presidente Fernando Collor e que atinge até mesmo a estabilidade dos traficantes.

 

Agora, nos novos episódios desta ficção, Impuros continua a acompanhar a saga do traficante Evandro do Dendê (Rafael Logam, numa atuação que lhe rendeu uma indicação ao Emmy), que passa a travar uma guerra ainda mais dura com o policial Vítor Morello (Rui Ricardo Diaz). De diferencial de outras produções do gênero, como A Divisão e Irmandade, a boa Impuros destaca as relações familiares desses dois tipos.

 

"A gente não queria contar uma história como várias que vemos por aí, do policial e do bandido. Não é á toa que o verdadeiro antagonista do traficante, em Impuros, é a própria mãe dele. Já o antagonista do policial é a própria filha, viciada em drogas", resume René Sampaio, diretor do seriado ao lado de Tomás Portella. "Nessa segunda temporada, os laços familiares entram num embate ainda mais forte entre eles. Ainda mais potente".

 

Além disso, mesmo se passando há vinte anos, Impuros chama a atenção pela proximidade com os dias atuais: há discussões sobre o embate entre traficantes e polícia, guerra às drogas e outras coisas do tipo. "Nunca escrevi essa história pensando em ser atual ou coisa do tipo", resume Alexandre Fraga, criador da série. "Se o Brasil ainda tem muita coisa a ver com vinte anos atrás, o problema já passa a ser outro".

 

Detalhes da trama

 

Em comparação com a primeira temporada, os novos episódios estão mais focados na relação entre familiares e amigos. E conta os desafios de Evandro após se tornar o principal traficante do Brasil: sair da prisão, matar inimigos e recuperar as rotas do narcotráfico internacional. Assim, terá fugir pra Bolívia, levar a esposa Geise (Lorena Comparato) e Mariana (Bárbara Reis), viúva de seu irmão e os filhos das duas mulheres.

 

Já para levar os netos de Arlete (Cyria Coentro), Evandro terá que enfrentar sua mãe, que não só o entregou à polícia, como também tentou ficar com seus filhos. Além de lutar contra a polícia e os homens do tráfico na América Latina, Evandro terá que enfrentar a fúria das mulheres de sua vida. Por sua vez, Morello deixará escapar muitas oportunidades de capturar Evandro por escolher salvar a sua filha, viciada em drogas.

 

"Tanto o Evandro quanto o Vitor estão passando por momentos ruins com a família. Com verdadeiros dilemas", afirma Logam em entrevista ao Esquina. "Nessa segunda temporada, depois de passar um tempo na prisão, laços precisarão se reconstruídos e algumas relações passarão por transformações. Vai ser interessante ver como os personagens vão reagir. É algo que tem muito espaço e muito mais história pra contar".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Publicidade