• Matheus Mans

'Devs', de Alex Garland, tem tudo para ser a grande série do ano


O diretor Alex Garland é um dos grandes nomes do cinema de ficção científica desta geração. Afinal, ele é o responsável por títulos como Ex_Machina e, mais recentemente, o ousado e experimental Aniquilação. Agora, Garland direciona seu foco para a televisão com a provocativa série Devs, que chega ao Brasil por meio de exibições na Fox nesta quinta, 27, às 22h15.


O Esquina já conferiu os dois primeiros episódios da produção. E o resultado não poderia ser mais interessante. Na trama, um casal (Sonoya Mizuno e Karl Glusman) trabalha numa empresa de tecnologia avançada, sob responsabilidade de Forest (Nick Offerman). No entanto, depois do rapaz ser convidado a ingressar num projeto especial, ele some. É aí que começa a história.


Ainda que a semelhança exagerada com Ex_Machina acabe atrapalhando em alguns momentos, Devs é daquelas produções que dá gosto de acompanhar para fãs de ficção científica. As atuações estão no ponto (principalmente de Offerman), a trilha sonora é tensa e a premissa é interessante, provocando o espectador e fazendo refletir sobre os caminhos da tecnologia.


E não há nada mais interessante do que isso em tempos atuais. Afinal, vivemos um momento em que a tecnologia entrou totalmente nas nossas vidas. Ações são determinadas por aplicativos, tecnologias definem o dia a dia e já começamos a mexer com o futuro apenas com alguns algoritmos. É um momento de virada, que exige obras audiovisuais para refletirmos.


Com isso, a sensação ao término dos dois episódios é que Devs deve ser uma das principais produções de 2020. Claro: é preciso esperar e acompanhar os outros seis episódios. Afinal, é muito fácil ser enganado por dois capítulos -- a péssima Run, da HBO, começou bem e terminou num limbo total. É torcer, então, para Devs continuar em alta. O potencial, sem dúvida, existe.

#série #TV #primeirasimpressões #televisão #crítica #televisão