Buscar
  • Matheus Mans

"Esse documentário vai ajudar vocês a me entenderem", diz Adriano Imperador sobre série


Adriano Imperador é uma das personalidades mais injustiçadas do futebol. Com extrema qualidade nos pés, misturando força com habilidade, o carioca rapidamente se tornou um ídolo nos campos. Mas, com a mesma velocidade, Imperador passou a protagonizar polêmicas fora das quatro linhas, muito por conta da proximidade com o crime organizado , problemas de bebida e coisas do tipo. Agora, Adriano tem sua personalidade aprofundada em uma nova série.


Dirigida por Susanna Lira (Mussum), Adriano Imperador mergulha em todos os aspectos da vida do jogador carioca. Desde sua relação próxima com a família, passando pela carreira no futebol, os gols marcantes e, é claro, as tais polêmicas na vida pessoal. "[A série] mostra como é o Adriano, quem é a pessoa dentro do Imperador. Isso está sendo muito importante, já que é um espaço para mostrar coisas que vocês nunca ouviram antes. Sou tímido, não sou de dar entrevistas", diz, durante coletiva. "Esse documentário vai ajudar vocês a me entenderem".


No primeiro episódio assistido pelo Esquina, percebe-se como Lira conseguiu realmente ir além do óbvio e abraçar um Adriano bem diferente. Tudo, segundo ela, começou com uma ideia da produtora Vania Catani e, depois, passou por um processo de convencimento de Adriano -- que é conhecido pela timidez. "Não foi fácil [lidar com essa personalidade reservada]", diz a diretora da série. "Mas, por outro lado, ele tem uma família muito afetiva, muito próxima dele, e que é muito fácil de lidar. Pessoas abertas, transparentes. Isso ajudou a chegar no Adriano e compreender para além dele. Eu falei pra ele que tinha que ser algo que ele quer dizer. Ele é reservado, e tímido por natureza, mas conseguimos abrir a alma dele. É muita história e muita densidade".

Susanna Lira durante coletiva de imprensa (Crédito: Cleiby Trevisan)

Além disso, Susanna pode dizer que ganhou na loteria. Ela teve a sorte de ter os vídeos caseiros gravados por um tio de Adriano, mostrando com detalhes sua vida. Traz uma complexidade ainda maior ao jogador, que não precisa falar tudo -- já que as imagens mostram tudo com detalhes. No entanto, engana-se quem pensa que Adriano não se mostra na frente das câmeras. Como ele próprio disse, a série mostra o Adriano dentro do Imperador. Pessoa versus jogador.


"O Adriano é muito emocionado, até muito sensível. Não é isso que a gente espera no mundo machista do futebol. É um grande aprendizado até para a saúde mental dos atletas. Ele mostra que é um ícone do futebol, um símbolo de masculinidade, mas que chora, se emociona", diz ela. "Já era fã do Adriano como jogador, mas como ser humano ele ganha uma profundidade, mostra a dimensão dele como Imperador. Hoje, o império dele está onde quer que ele esteja".

 

0 comentário