• Matheus Mans

‘O Touro Ferdinando’ e filme sobre Churchill chegam aos cinemas


A segunda semana do mês de janeiro continua mostrando toda a diversidade do período. Além dos clássicos filmes de férias, é possível encontrar histórias reais impactantes e que tentam abocanhar algumas indicações no Oscar. Assim, além de uma nova animação do brasileiro Carlos Saldanha, é possível assistir parte da vida de Churchill e se emocionar com o longa oriental sobre um motorista de táxi. Há, ainda, um novo e interessante filme de ação de Jackie Chan.

O Esquina, então, separou os principais lançamentos durante o período, apresentando a trama de cada obra e o que as pessoas estão falando sobre ela -- seja com viés positivo ou com viés negativo. Em cada um dos filmes, você pode clicar no título para ler mais sobre a história no site IMDb. E, como sempre, colocamos mais de uma opinião sobre cada uma das obras. Só clicar nas frases destacadas em azul e negrito para ler críticos dos filmes em questão.

Lou

Longa-metragem sobre Lou Andreas-Salomé, uma mulher à frente do seu tempo e que contribuiu para alguns dos principais pensamentos sociais e filosóficos da década de XIX -- além de ter partido o coração de algumas figuras históricas, como Nietzsche e Paul Rée. Para o Esquina, o resultado ficou muito abaixo do esperado. "Lou é mais uma cinebiografia que fica abaixo de seu biografado. Falta originalidade para um personagem que merecia ousadia em cada minuto de filme", disse o texto. O Adoro Cinema foi pelo mesmo caminho. "O filme dedicado a ela privilegia outro aspecto de sua vida: os relacionamentos amorosos", afirmou a crítica.

O Touro Ferdinando

Nova animação do brasileiro Carlos Saldanha. Desta vez, ele conta a história de Ferdinando, um touro com temperamento calmo e tranquilo que prefere sentar-se embaixo de uma árvore e relaxar ao invés de correr por aí bufando e batendo cabeça com os outros. A medida que vai crescendo, ele se torna forte e grande, mas com o mesmo pensamento. Quando cinco homens vão até sua fazenda para escolher o melhor animal para touradas em Madri, Ferdinando é selecionado acidentalmente. A Variety disse que o filme é a melhor animação de 2017, enquanto o New York Times disse que o longa abusa dos clichês, perdendo qualquer traço particular.

O Motorista de Táxi

Em maio de 1980, um taxista de Seul recebe uma proposta de um repórter estrangeiro que consiste em transportá-lo para Gwangju e depois voltar para o local de origem por uma bagatela que cobrirá meses de seu aluguel pedente. No local, o taxista descobre uma realidade que ainda não conhecia: a ditadura militar na Coreia, quando centenas de civis foram massacrados pelo governo. A crítica se dividiu. O Papo de Cinema disse que o "exagero domina a narrativa", enquanto o Ccine 10 disse que o filme passa por vários gêneros de "forma orgânica".

O Estrangeiro

Jackie Chan passou um tempo esquecido após escolher uma série de projetos com gosto duvidoso. Agora, porém, ele aposta neste filme de ação com toques de drama, interpretando um pai de família que busca vingança após a morte da filha em um atentado terrorista. O Esquina gostou do resultado. "O roteiro é raso e Pierce Brosnan, que ganha ares de protagonista, está genérico. Mas o filme tem Chan inspirado e uma boa direção", afirma a crítica. O New York Times reprovou. "Sr. Chan está no início de seus sessenta anos e já não entrega tanta ação como antes", disse.

O Destino de uma Nação

Winston Churchill (Gary Oldman) está prestes a encarar um de seus maiores desafios: tomar posse do cargo de Primeiro Ministro da Grã-Bretanha. Paralelamente, ele começa a costurar um tratado de paz com a Alemanha nazista que pode significar o fim de anos de conflito. Oldman está impecável e é forte concorrente ao Oscar de Melhor Ator. O Omelete adorou o resultado. "É um filme que não se limita por suas ambições e nem tem medo de entreter", disse a crítica. Já o Papo de Cinema disse que o filme é "fraco enquanto entretenimento e repetitivo como aula de história".

#Estreias #Filmes #Cinema