• Matheus Mans e Bárbara Zago

CCXP 2019: Disney apresenta 'Frozen 2', 'Dois Irmãos' e 'Espião Animal'


Quem diria que o melhor painel do sábado da CCXP 2019, num dia com Star Wars e Marvel, seria da singela animação Dois Irmãos. Nova aposta da Pixar para o gênero, o longa-metragem conta a história de dois irmãos que vivem num mundo mágico com unicórnios, fadas e coisas do tipo. E ele saem numa jornada, adentro desse universo, para tentar recuperar o pai morto já há alguns anos por meio de um feitiço inacabado.

"Meu pai morreu quando eu tinha apenas um ano. Meu irmão, três. Não tínhamos muitas lembranças dele. Nem ao menos sabíamos como era a voz dele. Até que um dia um parente da minha família me mostrou uma gravação com a voz do meu pai. Mas ele só falava 'oi' e 'tchau'. E nada mais", contextualiza o diretor e roteirista Dan Scanlon, com lágrimas nos olhos, durante painel no festival. "Este é um filme muito pessoal pra mim".

A produção, que está em desenvolvimento há seis anos e vai suceder Viva: A Vida é Uma Festa, de 2017, ainda conta com dublagem de Tom Holland e Cris Pratt -- ambos vistos, recentemente, em Vingadores: Ultimato. Nas cenas exibidas com exclusividade na CCXP, o filme surpreendeu. A criação do universo mágico é original, colorida e criativa. Há boas piadas, e ótimas mensagens embutidas, que renderam risos altos na plateia presente.

E Scanlon destacou a química entre Holland e Pratt. "São praticamente irmãos. Eles já se conheciam de Os Vingadores e trouxeram sua química para Dois Irmãos”, finaliza.

Gelo e pombo

Outra animação da Disney que ganhou destaque no evento foi Frozen 2 -- que, inclusive, já ganhou crítica aqui no 'Esquina'. O longa-metragem, que dá continuidade ao de 2014, volta a visitar o reino de Arendelle para contar mais uma jornada de Elsa e Anna. Desta vez, elas decidem entender melhor o que há por trás da floresta encantada nos arredores e, quase sem querer, acabam se deparando com uma magia profunda por ali.

Apresentado no Brasil com exclusividade na CCXP, Frozen 2 tem um caminho tranquilo pela frente. Afinal, o filme ganhou o Oscar em 2014 e criou uma legião gigante de fãs.

"Não esperávamos tamanho sucesso. Sabíamos que tínhamos um bom filme, mas não imaginávamos que ele teria tanta repercussão”, afirmou Peter Del Vecho, produtor de Frozen. "Queríamos levar o filme alem de Arendelle. Queríamos ir para a floresta encantada na Noruega, Islândia, Finlândia. E o Outono é uma época de mudança, e é o momento de amadurecer os personagens. Assim, Elsa carrega o peso do mundo".

E assim, enquanto Frozen 2 traz uma carga mais pesada, Um Espião Animal alivia o clima. Novo filme do Blue Sky -- que agora também é da Disney, após compra da Fox --, o longa-metragem busca manter a boa linhagem de produções do estúdio, como A Era do Gelo. Aqui, um espião (Will Smith) é transformado em um pombo após tomar um novo experimento de um jovem cientista (Tom Holland, de novo). Uma típica aventura.

* O Esquina da Cultura é um veículo credenciado oficialmente para a CCXP 2019.

#CCXP2019 #Cinema #Matéria #Animação #Disney #Coberturaespecial