• Domenico Minervino

Dica do Esquina: o retrato da cocaína nas artes


A indicação do Esquina dessa semana é inteiramente interligada, o que poderíamos chamar de “casadinha”. E ela se dá justamente em cima do tema cocaína. Vamos lá?

O cinema americano e mundial é rico em retratar o vício, a comercialização, a riqueza e o poder gerado por essa droga. Existem diversas obras que abordam o tema, mas vamos falar somente de um filme, uma série, um livro e uma música ou cantor.

Profissão de Risco

Para começar, a película Profissão de risco (Blow) do ano de 2001 é uma ótima pedida. Nele, Johnny Depp faz o papel de George Jung, um importador de cocaína que expandiu grandemente o comércio da substância em solo americano. História baseada em fatos reais por sinal. No elenco ainda temos a belíssima Penélope Cruz e a participação de Ray Liotta.

Narcos

A segunda dica é a série Narcos, que estreou sua terceira temporada no dia 1º de setembro na plataforma de streaming Netflix. Realmente imperdível!

A primeira e a segunda já haviam conquistado o espectador com a atuação primorosa de Wagner Moura interpretando o chefão do cartel de Medelín, Pablo Escobar. Vibrante, cada episódio retratava o mundo dos narcotraficantes sob o comando desse líder.

Já a terceira temporada não deixa nada a desejar as outras duas. Quem apostou que com a morte da personagem de Moura a série tivesse uma caída perdeu feio. Afinal, a obra é sobre o mundo da cocaína e não somente sobre um traficante.

Zero zero zero

O livro Zero zero zero, de Roberto Saviano é a nossa terceira indicação. O jornalista italiano que vive recluso, escondido em algum lugar do mundo, jurado de morte pela exposição da máfia italiana por Gomorra, vai a fundo. Pela obra se aprende que o verdadeiro rico é aquele que não conta o seu dinheiro e sim pesa. É o que costuma fazer quem vive desse negócio.

Rodrigo Amarante

A quarta e última indicação é a música Tuyo, de Rodrigo Amarante. É ela que faz a abertura da série Narcos. Uma letra linda. Em certa parte diz: “cuales deseos me vas a dar? Dices tu: mi tesoro basta con mirarlo tuyo será”, ou seja, basta olhar e de você será. Praticamente sintetiza o poder dessas pessoas.