Buscar
  • Bárbara Zago

'A Zona' é nova série sombria de ficção da HBO


Pegando carona no sucesso de Chernobyl, minissérie que se tornou sensação em 2019, A Zona acaba de chegar ao catálogo de séries da HBO. Criada pelos irmãos Iberto e Jorge Sánchez-Cabezudo, a produção traz as consequências de uma explosão nuclear na cidade de Astúrias, na Espanha. E apesar das semelhanças com a série sobre a tragédia nuclear russa, A Zona opta por seguir um outro caminho -- bem mais ousado e arriscado -- e cria uma sua própria ficção.


No primeiro episódio, A Zona faz a ambientação do local da tragédia para o espectador e reconta os eventos que ocorreram logo após a explosão, quando criaram uma zona de exclusão para conter os possíveis riscos de contaminação por radiação. Porém, no dia de aniversário da explosão, a polícia encontra um homem morto no local. Mais precisamente, de cabeça pra baixo, pendurado e sendo devorado por lobos - já dando pistas sobre o aspecto mais grotesco da série.

Ao descobrirem que a vítima fazia parte de um esquema, inicia-se uma perseguição policial de tirar o fôlego, algo facilitado pelo cenário extremamente escuro, sem clareza do que acontece.


Quem fica responsável pela investigação é Héctor, único sobrevivente -- e que, misteriosamente, não apresenta problema de saúde, mesmo exposto à radiação. São com pequenos detalhes que A Zona indica seu aspecto sombrio e misterioso que irá definir o rumo geral dessa série.


O primeiro episódio foi ao ar na segunda, 27. A série toda é composta por oito episódios, com aproximadamente uma hora de duração cada. Trazendo uma diversidade de conteúdo, A Zona tem potencial e deve agradar àqueles que buscam séries de investigação com tons sombrio.

#Série #Televisão #HBO #Matéria