• Matheus Mans

Crítica: 'Golpe Corporativo' é documentário que segue por caminho pouco interessante


O começo do documentário Golpe Corporativo, filme integrante da 9ª Mostra Ecofalante, é promissor. Por meio de entrevistas com filósofos, jornalistas e cientistas políticos, o longa-metragem de Fred Peabody começa a analisar a chegada de Donald Trump ao poder e a mostrar como a eleição empresário faz parte de algo maior. Um golpe corporativo em rumo no mundo.


Difícil desgrudar os olhos das telas nesses primeiros 20, 25 minutos. Ainda que verborrágico, o longa-metragem acerta ao trazer opiniões precisas e resgatar momentos históricos para mostrar como tudo isso que estamos vivendo -- inclusive aqui no Brasil, com Bolsonaro -- faz parte de um processo anti-civilizatório em que empresas e financeiras tomam todo o poder.


No entanto, conforme o tempo passa, Golpe Corporativo começa a cair numa lama de desinteresse. Com pouco vigor, afinal, Peabody rapidamente deixa essa análise política de lado e começa a contar várias histórias de vítimas (sejam empresas, cidades ou pessoas) desse sistema opressor. São relatos fortes e contundentes, porém não seguram o filme como um todo.

A repetição de histórias se torna algo excessivamente cansativo. Muitos relatos se repetem, alguns ficam um tanto quanto jogados na produção. O ritmo da narrativa cai vertiginosamente.


Mas o pior é que várias coisas levantadas naqueles primeiros 20 minutos de filme sequer são aprofundadas. Ok: os relatos são fortes e confirmam a tese do golpe corporativo. No entanto, faltou uma melhor avaliação mundial desse impacto, mostras de como isso vai se desenrolar e, principalmente, como combater esse problema que coloca pobres e marginalizados à míngua.


Golpe Corporativo, assim, é um longa-metragem que poderia ter sido muito mais. Uma análise mais ampla que outros filmes, como Democracia em Vertigem e Dedo na Ferida, fizeram. No final das contas, Fred Peabody parece ter se perdido em tantos questionamentos e possibilidades. É um filme morno e esquecível que, uma pena, poderia ter sido gigantesco.


OBS.: O 'Esquina' está fazendo a cobertura completa da 9ª Mostra Ecofalante, que acontece totalmente online até 9 de junho. Acompanhe-nos nas redes sociais para mais atualizações.

#Crítica #Documentário #CoberturaEspecial #Cinema #Filme #Ecofalante