top of page
Buscar
  • Foto do escritorMatheus Mans

Crítica: ‘Mesa para Quatro’, da Netflix, é comédia romântica sem razão de ser


E se? E se eu tivesse ido para casa no dia que conheci minha esposa? E se não tivesse puxado conversa com aquele rapaz? E se tivesse só deixado para lá? É essa perguntinha, geralmente ligada à ficção científica especulativa, que norteia Mesa para Quatro, longa-metragem italiano e original da Netflix que chegou ao catálogo do serviço de streaming nesta quarta-feira, 5.


Dirigido por Alessio Maria Federici, e roteirizado por Martino Coli, o longa-metragem conta a história de quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, que vivem nessa realidade especulativa do filme. Afinal, o roteiro de Coli brinca com possibilidades: mostra como esses quatro se comportariam em diferentes configurações de casais e como se desenrolaria.


O grande problema de Mesa para Quatro é a falta de suas duas prerrogativas: comédia e romance. O filme italiano em momento algum é engraçado, assim como também peca no romance. Apesar da graça dessas mudanças nas configurações dos casais, ideia abandonada cedo demais, não sentimos empolgação por nenhum dos personagens. Não há torcida.


Com isso, o romance se torna algo apenas preso no mundo das ideias. Alessio Maria Federici não tem a sensibilidade necessária para trazer ao público a emoção necessária. Por outro lado, Martino Coli tampouco é Richard Linklater: apesar de algumas investidas em diálogos mais profundos, nada é realmente provocativo. Novamente: é um filme com boas intenções. E só.


No entanto, há um problema mais profundo: a visão do homem como figura central e essencial de um relacionamento. Em ambas as realidades, é o homem que determina como as coisas vão caminhar. Nas duas histórias de um deles, sempre há gravidez, como se a mulher não tivesse vontade própria nesse assunto. Parece algo que as comédias dos anos 80 fariam.


É bobagem pura e simples. Mesa para Quatro poderia ter brincado mais com as relações, com o destino, com essa coisa de acreditarmos que alguém foi feito para nós. Só que Alessio e Martino, do alto de uma masculinidade nunca questionada, apenas reproduzem bobagens e mais bobagens. Uma comédia romântica para se perder no meio do algoritmo da Netflix.

 

16 comentários

16 Comments


Carolina Braga
Carolina Braga
Jan 14

Realmente eu não gostei. Diálogos superficiais, não há emoção suficiente. Alguns atores muito, muito, muito ruins em suas atuações. Confuso e entediante!

Like

Danielle Lima
Danielle Lima
Jul 01, 2022

Se você está esperando um filme para rir ou com um felizes para sempre... realmente foge desse filme. Ele vai mais para o lado da reflexão sobre relacionamentos, não é todo mundo que já tem essa percepção. Nossa nessecidade de catalogar o filme (comedia, drama, documentário, romance...) faz o foco se perder na busca das bases para as definições e quando não se encontra os padrões, se risca e coloca-se defeito. Quem tem algum conhecimento em perfis comportamentais vai reconhecer os 4 perfis bem distintos no filme. E com certeza, assistir ou reassistir esse filme vai ser uma experiência completamente nova e totalmente cheia de clareza. O objetivo pode até não ter sido esse, apesar da brincadeira com as mesas…

Like

Barbara Ginger
Barbara Ginger
Mar 15, 2022

Nossa, que pena que não gostaram. Minha experiência foi o oposto, gosto de filmes que intercalam histórias assim dinamicamente. Em um momento eu torcia para um casal, para logo depois torcer para o outro. Achei vários momentos divertidos, melhores que muita comédia romântica hollywoodiana. Gostei do tema, da personalidade dos personagens, me emocionei em alguns momentos. Não vi machismo, acho que filhos acontecem na maioria dos casamentos e foi isso que o filme quis mostrar. Também achei as duas mulheres com voz muito ativa, ao convidar para o sexo, ter independência profissional para viajar para outro pais, escolher com quem quer ficar ou não. Simplesmente adorei!

Like

Elisangela Coelho
Elisangela Coelho
Mar 06, 2022

Perdemos nosso tempo assistindo, eu e meu marido.

Like

Gilsimara Rodrigues
Gilsimara Rodrigues
Feb 01, 2022

Filme massante do começo ao fim, só terminei de ver de curiosa, dá vontade de parar logo no começo.

Não se entende nula, oque é realidade oque é especulação, uma mistureba.

Não gostei ponto e basta!

Like
bottom of page