Buscar
  • Matheus Mans

Digital e gratuita, Mostra CineBH acontece até 2 de novembro


Por conta da pandemia do novo coronavírus, a maioria dos festivais no Brasil recorreu à eventos digitais para permanecer no calendário cultural. E com tamanha oferta de conteúdo e de eventos, muitas pessoas ficam perdidas. Por isso, vale destacar um dos eventos mais interessantes do calendário de cinemas e que também está vivo no on-line: a Mostra CineBH.


Digital e gratuita, a edição 2020 do tradicional evento mineiro ganhou um ambiente totalmente digital. Nesta edição, com o tema "Arte viva: Redes em expansão", a CineBH vai exibir 54 filmes nacionais e internacionais, em pré-estreias e mostras temáticas. São 14 longas, 4 médias e 35 curtas, de 12 estados brasileiros e 12 países, que ficam disponíveis de quinta, 29, até segunda, 2.

Além disso, serão vinte debates, painéis e rodas de conversa, três masterclasses, três laboratórios de roteiro, uma oficina, um estudo de caso e mais de 200 encontros de coprodução. 


Destaques da programação


Dentre os filmes selecionados, há algumas boas indicações. 12 Pessoas com Raiva, de Juracy de Oliveira, se propõe a ser uma adaptação livre do clássico 12 Angry Men, de Reginald Rose, totalmente gravado à distância durante a pandemia. Um filme de performance, totalmente diferente. Destaque também para Museu dos Meninos, também desse mesmo coletivo teatral.


Dentre curtas, destaque para República, de Grace Passô, um dos maiores nomes do cinema brasileiro atual, e o provocativo 5 Estrelas, do talentoso Fernando Sanches. Já no universo dos longas, é indispensável assistir a Meu Nome é Bagdá, um dos mais comentados da temporada, e o inesperado e elogiado Terminal Praia Grande, filme de ficção potente de Mavi Simão.

#Matéria #Reportagem #Cinema #Evento