Buscar
  • Matheus Mans

Do pior ao melhor, todos filmes dos heróis da DC nos cinemas

Quando Thor: Ragnarok chegou aos cinemas, o Esquina publicou uma lista com o ranking dos melhores e piores filmes da Marvel. Agora, com a chegada de Liga da Justiça nas telas, também nos mobilizamos para organizar o ranking dos melhores e dos piores filmes feitos pela DC. No entanto, há um entrave: são mais de 30 filmes, contando todas as adaptações. É coisa pra caramba.

Por isso, decidimos fazer um recorte neste ranking: ao invés de colocar filmes como V de Vingança e RED no mesmo balaio que as histórias do Batman, resolvemos separar apenas os longas-metragem de personagens que fazem parte da Liga da Justiça nas histórias em quadrinhos da equipe -- por exemplo, Super-Homem, Batman, Mulher-Maravilha e, claro, Lanterna Verde.

Não esqueça de deixar sua opinião nos comentários sobre seus filmes preferidos e os que não gosta tanto!

20º: Mulher-Gato

Não há dúvidas: o filme no qual Halle Berry encarna a vilã do Batman é uma bomba. Apesar da atriz se esforçar para tentar salvar sua carreira, o filme é desastroso do começo ao fim com situações implausíveis para a clássica personagem e uma história confusa, que não consegue justificar a sua existência. É um daqueles filmes que dão vergonha de assistir.

19º: Superman 4: Em Busca da Paz

O terceiro filme da franquia do homem de aço já tinha se tornado um fracasso quando a DC arriscou com Superman 4: Em Busca da Paz. E de novo, não deu. Mesmo com a volta de Gene Hackman como Lex Luthor, o filme não acha consistência e acaba exagerando na comédia -- a cena do Superman na Lua parece tirada de uma esquete dos Trapalhões.

18º: Superman III

Muitos dizem que este é o pior filme do Superman -- mas, sem dúvidas, as pessoas que dizem isso são as que desistiram da franquia e não viram Em Busca da Paz. Afinal, o filme conta com vários erros: abusa de um humor inexistente para o personagem e deixa Christopher Reeves em situações constrangedoras. Só não é pior, justamente, por conta do ator. Senão...

17º: Batman & Robin

Sem dúvidas, é o filme mais vergonhoso do Homem-Morcego. Nada ali funciona: George Clooney é um Batman estranho e sem-sal, que ainda veste um traje com mamilos; Arnold Schwarzenegger é desperdiçado com um vilão caricato e que veste um par de pantufas; e toda a história não causa emoção do espectador, jogando todo potencial no lixo. Só salva pela diversão.

16º: Esquadrão Suicida

Filme que estava cheio de expectativas, mas que se provou como um dos maiores fracassos de 2016. Quase nada salva aqui: o Coringa, de Jared Leto, é terrível; a vilã, interpretada por Cara Delevingne, é uma caricatura ambulante; e a história do filme, que deveria ser mais dramática, ganha contorno de comédia. Só ganha pontos por conta de Margot Robbie e Viola Davis.

15º: Lanterna Verde

Muitos esperavam uma estreia retumbante do Lanterna Verde nas telonas. Mas não foi assim que aconteceu: o excesso de efeitos especiais e o tom absurdamente cômico para o personagem soou artificial demais. O filme, então, acabou caindo como uma bomba para o público, que rejeitou Ryan Reynolds no papel e caiu de amores pela trilogia de Nolan.

14º: Superman and the Mole-Men

É a primeira adaptação da DC Comics para as telonas, em 1951. O filme, como um todo, não é péssimo: a trama até que é divertida e tem uma história boa como prelúdio. No entanto, a total ausência de efeitos especiais e um elenco perdido é fatal para o filme. Ainda assim, porém, que maravilha ver George Reeves entrando no papel de Super-Homem! Vale por isso.

13º: Batman Eternamente

Depois do sucesso de Tim Burton no comando dos filmes do herói, a DC entregou o longa-metragem para Joel Schumacher -- um cineasta que não tinha muito bom gosto. O resultado é um filme cheio de personagens e egos de atores em conflito e que deixa transparecer na tela. Ainda assim, porém, ganha pontos pela atuação de Jim Carrey e Tommy Lee Jones.

12º: Supergirl

Depois do sucesso do Super-Homem nos cinemas, a DC decidiu arriscar com personagem da Supergirl. Mas não deu muito certo. O filme é inconsistente em ritmo e tem a estreante Helen Slater como personagem principal. Ainda assim, porém, o filme pode ser encarado como um clássico cult. E ainda tem Faye Dunaway, Peter Cook, Brenda Vaccaro e Peter O'Toole no elenco.

11º: Superman: O Retorno

Não é um filme ruim, mas também não tem uma história marcante. Afinal, o público estava se divertindo com X-Men quando surgiu esta nova tentativa da DC em reavivar seu personagem. Mas a história é apática e os atores principais não deram o melhor de si: Kevin Spacey estava perdido, Kate Bosworth não se soltou e Brandon Routh, coitado, sumiu no mercado.

10º: Batman vs. Superman

A DC viu que a Marvel estava ganhando rios de dinheiro com seu universo expandido e tentou fazer o mesmo. No entanto, a dona do Batman se atropelou na sequência de filmes e fez Batman vs. Superman, introduzindo novos atores sem dar origem. Além disso, o filme peca com saídas fáceis e cômicas -- como a conexão entre Superman e Batman por conta do nome “Martha”.

9º: Superman 2: A Aventura Continua

Este filme poderia estar muito atrás nesta lista se não fosse um nome: Zod. O vilão, interpretado pelo excelente Terence Stamp, dá vida ao filme e não deixa que a história caia no marasmo. Além disso, Christopher Reeve entra de vez em seu personagem e, apesar de exageros, dá o tom perfeito para a história. O filme não é impecável, mas é memorável.

8º: Batman - O Retorno

Apesar do visual um pouco exagerado do filme, comandado por Tim Burton, Batman -- O Retorno conta com vários elementos que o tornam inesquecível. Mas a grande peça central deste longa-metragem são as atuações: Michael Keaton é o melhor dos Batmans, Michelle Pfeiffer eterniza a Mulher-Gato e Danny DeVito cria um Pinguim que dificilmente será superado.

7º: Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Filme complicado. Afinal, Christopher Nolan deixou Cavaleiro das Trevas na cabeça das pessoas e qualquer coisa depois disso seria mais fraca. E O Cavaleiro das Trevas Ressurge, sem dúvidas, é mais fraco. No entanto, ainda assim, tem uma história sombria e uma atuação surpreendente de Tom Hardy, ainda pouco conhecido.

6º: O Homem de Aço

Depois do sucesso da trilogia do Nolan, não dava para deixar o Homem de Aço no limbo em que estava. Por isso, a DC entregou o personagem para Zack Snyder dar um trato. E o resultado é este filme sério e um tanto quanto obscuro, que encontra os atores ideais para cada personagem -- ainda que Michael Shannon não tenha agradado como o Zod.

5º: Mulher-Maravilha

O filme chegou rodeado de incertezas. Afinal, o público já tinha passado pelas bombas Esquadrão Suicida e Batman vs. Superman. No entanto, olha que surpresa: o longa-metragem tem humor e ação na medida certa, além de inserir a personagem de Gal Gadot de maneira elegante após os atropelos em Batman vs. Superman. O único erro é o exagero de CGI.

4º: Batman

Aqui, a DC fez uma manobra arriscada e deu os filmes do Homem-Morcego para o cineasta Tim Burton. E o resultado, logo no primeiro filme, é surpreendente: Michael Keaton é perfeito para o papel e Jack Nicholson entrega um Coringa alucinado. É Batman em sua essência e é uma delícia ver isso em tela. Pena que a parceria Burton e DC tenha durado só dois filmes.

3º: Batman Begins

Muitos acham esse filme chato e parado demais, mas é a melhor e a mais série introdução de um herói no cinema. Com ares de filme noir, Batman Begins consegue revitalizar a trama do Homem Morcego após as bobagens de Batman & Robin, ser perder o público novamente. Além disso, Christian Bale consegue encontrar rapidamente o tom de seu personagem. Grande acerto.

2º: Superman: O Filme

É outro filmaço da DC. Alçou a figura do Super-Homem com louvor nos cinemas e deixou Christopher Reeve no panteão de atores da época. E o filme é ótimo. Tem bons atores, boas atuações, boas situações e uma trilha sonora que faz qualquer um se emocionar. Difícil ficar em outro lugar na lista que não seja na vice-liderança. É um filme imortalizado na memória.

1º: Batman: O Cavaleiro das Trevas

Este filme de Christopher Nolan é considerado como um dos maiores clássicos do cinema e, obviamente, não poderia ficar em posição diferente no ranking. Tudo aqui é certo: a trama séria e obscura dá um tom sombrio para o personagem, que ainda ganha um dos melhores vilões do cinema: o Coringa de Heath Ledger. Não tem como ser melhor.