Buscar
  • Matheus Mans

Novo álbum do Demônios da Garoa celebra 75 anos do grupo


O grupo Demônios da Garoa está prestes a completar um feito na música popular brasileira: atingir a marca de 75 anos de existência. Ainda que o grupo não tenha nenhum integrante da formação original, o samba continua excelente. Afinal, tudo é passado de geração para geração por meio de músicos talentosos e que conhecem o material que possuem em suas mãos. Prova disso é o novo disco Demônios da Garoa no Estúdio Showlivre, que abre as comemorações.

Com onze faixas, o álbum do grupo de samba é uma homenagem à história do grupo. Com pout pourris de várias canções de Adoniran Barbosa, difícil não cantar junto e se emocionar com músicas como Tiro ao Álvaro, Prova de Carinho, Mariposas, Saudosa Maloca e até Apaga o Fogo, Mané. Composições do próprio grupo também desfilam por ali e dão frescor às canções de Adoniran, como Um Samba Diferente e Seu Querer. Dois ótimos sambas pra ouvir.

Há de se observar, também, que algumas canções de Adoniran ganharam nova roupagem. Apesar da base não mudar muito, é perceptível a presença mais forte da bateria ao fundo e de um violão mais marcante -- graças ao ótimo Dedé Paraizo, que vem fazendo um ótimo trabalho como violonista principal do grupo. É uma alteração leve, que só quem acompanha o grupo há anos deve perceber. Mas, ainda assim, é uma alteração que dá um novo ar às interpretações.

Homenagens à artistas -- como já são de praxe nos shows do grupo e que marcaram forte presença no álbum Vem Cantar Comigo -- também estão no CD. A seleção de composições de Ataulfo Alves emocionam e impressionam pelo bom arranjo. Laranja Madura, Ai Que Saudades da Amélia e Na Cadência do Samba estão dentre as selecionadas. A outra homenagem é à Jair Rodrigues. O resultado é emocionante. Ansioso pra ouvir em algum show.

No entanto, a meu ver, o grande acerto são duas interpretações escondidas no meio do álbum. A primeira é Volta por Cima, do incrível Paulo Vanzolini. Esta é a primeira vez, na formação atual, que o grupo grava em um disco a canção. Como esperado, o resultado fica acima do esperado. O outro acerto é o maravilhoso samba Vai no Bixiga pra Ver. Já passou da hora do grupo gravar a música, do ótimo Geraldo Filme. É emocionante de ouvir. Espero que continue no repertório.

Demônios da Garoa no Estúdio Showlivre é uma boa surpresa. Apesar de gravado no final do ano passado, a apresentação abre muito bem os trabalhos do grupo para este ano de comemorações. Por enquanto, o álbum está disponível apenas nas plataformas digitais de streaming e o Esquina ainda não tem informações sobre um possível lançamento do álbum em mídia física. Mas fica a torcida. Afinal, o resultado é tão bom que merece um espaço na coleção de discos.