• Matheus Mans

‘Terra Selvagem’ e filme de terror russo chegam aos cinemas


O mês de novembro chegou escancarando a porta da diversidade de seus filmes. Logo na primeira semana, é possível encontrar de tudo nos cinemas: um terror russo que pode dar sérios calafrios, uma animação bonitinha e perfeita para as crianças bem pequenas, um drama interessante com Ben Stiller, um suspense de tirar o fôlego e um filme nacional que está sendo premiado em todo o mundo. Ou seja: difícil alguém encontrar motivos para não ir aos cinemas nesta semana.

O Esquina, então, reuniu as principais estreias da semana e consolidou, em cada um dos filmes, o que a imprensa fala de melhor -- e, é claro, também o que fala de pior. Além disso, clicando nos títulos de cada um dos filmes, você ainda consegue ler mais sobre o filme no site do IMDB e, ao clicar nas frases destacadas em negrito e em azul, você é automaticamente redirecionado para as críticas completas do Esquina e de outros sites, jornais e revistas.

A Noiva

Nastya é uma jovem mulher que viaja com seu futuro marido para a casa da família dele. Logo após chegar, ela percebe que a visita pode ter sido um erro terrível. Rodeada por pessoas estranhas, ela passa a ter visões horríveis à medida que a família do seu futuro esposo a prepara para uma tradicional cerimônia de casamento eslava. Apesar da boa ideia, o filme é decepcionante. "Mesmo com um visual macabro e uma boa ideia, o diretor perdeu tempo com uma trama boba, cheia de clichês e sem a profundidade necessária que a história exige", disse o Esquina.

Depois Daquela Montanha

Alex (Kate Winslet), uma jornalista que está indo preparar seu casamento, e Ben (Idris Elba), um doutor voltando de uma conferência médica, iriam pegar o mesmo avião, mas o voo é cancelado e os dois estranhos decidem fretar um jatinho. Durante a viagem o piloto sofre um ataque cardíaco e o avião cai em uma região montanhosa coberta por neve. Um romance começa a ganhar força enquanto eles tentam sobreviver, feridos e perdidos. Desta vez, o Adoro Cinema não aprovou. "Em meio a tantas obras recentes sobre a luta para sobreviver, como O Regresso, 127 Horas, Gravidade, fica difícil embarcar em uma jornada tão infeliz como Depois Daquela Montanha. E infeliz no pior dos sentidos", diz.

Deserto

Típico filme de gato-e-rato. Desta vez, porém, a trama é sobre um mexicano (Gael García Bernal) que tenta atravessar a fronteira dos Estados Unidos. No entanto, um homem bem atormentado (Jeffrey Dean Morgan, ótimo) faz de tudo para impedir que o rapaz e outros mexicanos entrem em território americano. Para o Esquina, o filme tem boas atuações e um ritmo alucinante, mas falha com uma narrativa pobre e uma total falta de vínculos com seus personagens.

Gabriel e a Montanha

Elogiadíssimo filme nacional, Gabriel e a Montanha conta a história de Gabriel Buchmann, um rapaz com o sonho de conhecer a África. Entretanto, mais do que visitar seus pontos turísticos, ele desejava conhecer como era o estilo de vida do africano, sem se passar por turista. Desta forma, decide encerrar sua viagem ao mundo justamente no continente, onde se envolve com vários habitantes locais. Aí, prestes a retornar, ele decide alcançar o topo do monte Mulanje, localizado no Malawi. Para o Adoro Cinema, o filme é incrível. "O diretor Fellipe Barbosa cria significado profundo para jornada de Gabriel e dá serenidade ao seu precoce adeus, como que passando a limpo em caligrafia impecável um diário incompleto", disse.

O Estado das Coisas

Ultimamente, Ben Stiller está apostando cada vez mais incessantemente no drama: depois dos bons Os Meyerowitz e A Vida Secreta de Walter Mitty, ele chega aos cinemas com novo O Estado das Coisas, filme sobre um homem que está obcecado em superar seus antigos e esquecíveis colegas de escola em termos de sucesso profissional e pessoal. A revista Woo! disse que o filme tem algumas falhas, "mas que passa uma boa mensagem sobre questões emocionais". Já o Cinéfilo em Série disse que é o filme mais "Ben Stiller que o Ben Stiller já fez. E isso é uma coisa boa".

Terra Selvagem

Cory (Jeremy Renner), caçador de coiotes e predadores traumatizado pela morte da filha adolescente, encontra o corpo congelado de uma menina em meio ao nada e decide iniciar uma investigação sobre o crime. Ao lado dele está uma agente novata do FBI (Elizabeth Olsen) que desconhece a região. Do mesmo roteirista de Sicario e A Qualquer Custo, o ótimo Terra Selvagem agradou o Esquina. "O filme tem problema em desenvolver o lado policialesco da trama, mas não deixa de contar uma história interessante, marcante e forte que ficará na mente dos espectadores."

#Estreias #Filmes #Cinema