Buscar
  • Matheus Mans

'The Art of the Brick' celebra personagens da DC em São Paulo


Até 30 de novembro, o Parque do Ibirapuera irá receber uma avalanche de peças Lego. Afinal, bem ali, na Oca, está acontecendo a exposição The Art of the Brick: DC Super Heroes, que faz sua estreia nas Américas com mais de 120 esculturas feitas com as pecinhas coloridas. E a homenagem, dessa vez, vai para os personagens clássicos da DC Comics. Batman, Superman e Mulher-Maravilha compõem grande parte da exposição.

"Sempre fui fã dos quadrinhos da DC Comics. Essa exposição é minha visão sobre esses personagens tão importantes", contou o artista norte-americano Nathan Sawaya, durante a abertura do evento. Segundo ele, a ideia surgiu após o sucesso da exposição The Art of the Brick. “Depois dela, quis fazer algo novo e pensei em discutir os conceitos de bem e mal. Isso acabou me levando diretamente ao mundo das HQs”.

Durante a visita feita pelo Esquina na abertura do evento, foi possível ver de perto as criações de Sawaya, que acompanhou a imprensa num tour guiado. Primeiramente, há o salão dos heróis, que se apresentam em suas formas clássicas. Mas, é claro, com um tom de pixels por conta das centenas de peças Lego que os compõem. Há desde personagens mais clássicos até outros esquecidos, como a figura do Homem-Borracha.

Bustos, momentos icônicos e até capas de HQs clássicas aparecem ao longo da exposição. É possível ver, em cada uma delas, um trabalho cuidado de curadoria e produção. Só o busto do Superman, por exemplo, carrega mais de 11 mil pecinhas.

Dois grandes destaques, porém, tomam conta da exposição. O primeiro é a sala Fortaleza da Solidão, que traz o Superman em situações clássicas e em recriações que devem tirar arquejos dos fãs. Numa das esculturas, onde o Homem de Aço está em sua clássica posição de voo (como pode ser visto na galeria acima), pecinhas vermelhas flutuam ao seu redor para dar a sensação da velocidade que o herói consegue alcançar.

A outra ala que chama a atenção, e que rouba os olhares, é a Batcaverna. É lá que estão as três esculturas mais bonitas de toda a exposição: o Batsinal, que emite luz; um Batman que reproduz a capa da primeira HQ do Homem-Morcego; e, por fim, o ápice de toda a mostra, o Batmóvel. Com meio milhão de pecinhas, o clássico carro do herói é reproduzido em tamanho real e faz o olho de qualquer pessoa brilhar. É magnífico.

Ao final, então, fica aquela sensação de que esta é uma exposição que vale a pena. The Art of the Brick: DC Super Heroes não só homenageia os clássicos personagens da empresa criativa, como também impressiona pela complexidade das esculturas que são apresentadas. A cada sala, a cada escultura, há uma surpresa, algo que chama a atenção e fica marcado. Dá pra se emocionar, rir, ficar nostálgico e se impressionar.

É, até agora, a exposição inédita mais interessante de 2019. Difícil outra chegar perto.

SERVIÇO

O que? The Art of the Brick: DC Super Heroes

Quando? Até 30 de novembro.

Onde? OCA - Parque do Ibirapuera, São Paulo.

Quanto? Até R$ 40.