Buscar
  • Bárbara Zago

Três motivos para assistir e três para não assistir 'My Little Pony, o Filme'


Já é final do ano e 2017 mostrou-se bastante fraco no quesito animações. Alguns acertos típicos da Disney e Universal, alguns longas brasileiros como Lino, mas nada que de fato marcasse o gênero -- exceto de maneira negativa com Emoji: O Filme. O mais novo lançamento da Paris Filmes não é diferente.

Algo que sempre me fascinou a respeito de algumas animações é seu poder de impacto em públicos de diferentes idades. O gênero animação não faz com que um filme seja necessariamente infantil. Quando se consegue agradar mais de uma geração, acredito que seja uma história de extrema importância e que traga grandes benefícios pessoais.

Infelizmente, My Little Pony não condiz com essa realidade. Não que seja um filme ruim, de fato não é. Mas está muito longe de ser bom. Sendo otimista, gosto de pensar que uma criança de 4-5 anos, que já entende sobre o universo de My Little Pony, acharia divertido. Por esses motivos, separamos uma lista de 3 pontos positivos do filme e 3 negativos. Cabe ao espectador colocar cada um na balança e ver se vale a pena o ingresso de cinema.

Pontos Positivos

Trilha Sonora

É praticamente enraizado na nossa mentalidade que apenas desenhos da Disney têm uma trilha sonora original. Acredito que, inclusive, as músicas feitas para um filme são um instrumento extremamente cativante, e muitos devem parte de seu sucesso a isso. Felizmente, My Little Pony investe neste ponto e acerta. A trilha sonora é bem feita e combina com todo o estilo do filme. A dublagem das canções também não deixa a desejar --mesmo alterando um pouco a letra, não perde o acompanhamento do filme.

Cenário

Este talvez seja o ponto mais alto de todo o filme. Os cenários que aparecem em My Little Pony são hipnotizantes. Além de muito bem desenhados, conseguem traduzir o sentimento do lugar. E logo na primeira cena, em que mostram Equestria, lugar onde vivem os pôneis, imediatamente pude me lembrar do site de pets virtuais, o Neopets. Se adulta fiquei com vontade de conhecer esse lugar, imagina uma criança!

Mensagem

Por ser voltado para o público infantil, é essencial que o filme passe uma mensagem positiva no final. Pode ser clichê, como acontece, mas precisa ser positiva. Como é de se imaginar pelo próprio título My Little Pony: A Amizade é Mágica, o filme gira em torno de amizade. Mostra reviravoltas, ainda que fracas, mas deixa claro como a amizade é mais poderosa e capaz de superar obstáculos.

Pontos Negativos

Enjoativo

Entendemos que os pôneis são fofos e tudo nesse universo é pomposo. Mas o filme bate tanto nessa tecla que uma hora torna-se exaustivo e o espectador prefere fazer qualquer outra coisa a ter que enxergar mais cena cor de rosa.

Clichê

Nem sempre o clichê é responsável por estragar um filme, mas com certeza o enfraquece muito. Desde os minutos iniciais, o espectador espera que a protagonista, Twilight Sparkle, enfrente os vilões com a ajuda de seus amigos e salve a cidade. Não há muitas surpresas e o público pode ficar entediado.

Nomes

Se inglês é sua primeira língua, sinta-se livre para ignorar este tópico. Caso contrário, esse é um dos grandes defeitos do filme. Quando o desenho começa e o espectador é introduzido às personagens, causa estranhamento. Inicialmente, pensa-se que simplesmente não entendeu o nome e continua prestando atenção no filme. Quando finalmente cai a ficha de que as personagens principais chamam-se Pinkie Pie, Rarity, Rainbow Dash, Fluttershy e Twilight Sparkle fica extremamente confuso acompanhar o filme. A falta de tradução dos nomes talvez tenha sido intencional, para manter a compatibilidade com o desenho, mas peca a ponto de atrapalhar o desenvolvimento do filme.

REGULAR