5 livros para conhecer a obra de Neil Gaiman

08/08/2019

Neil Gaiman é um escritor pop. Por mais que, muitas vezes, seus livros remetam à personagens e pessoas excluídas, suas histórias acabam acertando um grande número de pessoas e caindo no gosto popular. Não é à toa, aliás, que muitos de seus trabalhos estão sendo adaptados para a TV e para o cinema com um sucesso que chama a atenção -- Good Omens Deuses Americanos no Prime Video, por exemplo, e Coralina nas telonas há alguns anos. É um autor que, em suma, fala com muitas pessoas.

 

Assim, o Esquina resolveu assumir um risco difícil de fazer uma lista pra quem quer também entrar nessa obra diversificada e divertidíssima. Não é fácil selecionar só cinco livros. Mas tentamos. E o resultado, bom para iniciantes na arte de Gaiman, está aqui:

 

O Oceano no Fim do Caminho

 

Neil Gaiman, nos últimos anos, está se voltando mais à mitologia e aos seres fantásticos. No entanto, este pequeno livro -- de apenas 200 páginas -- acaba por apostar na realidade de vida de algumas pessoas. Nele, um britânico de meia idade retorna a cidade onde viveu na infância para um funeral. A partir daí, ele começa a mergulhar nas memórias de sua infância esquecida. É forte, potente e traz uma melancolia rara de se ver tão claramente nos livros de Gaiman. Livro poderoso.

 

Os Filhos de Anansi

 

Livro mais divertido da carreira de Neil Gaiman, Os Filhos de Anansi contém uma fina ironia difícil de funcionar na literatura -- mas que, aqui, surte o efeito desejado. Para isso, a trama acompanha Charlie Nancy, um homem de vida pacata e emprego entediante em Londres que precisa voltar aos Estados Unidos após o pai ter um ataque cardíaco fulminante. E, durante essa jornada, o banal Charlie acaba descobrindo (ou relembrando?) que ele é filho, na verdade, de um deus -- e que tem um irmão esquecido.

 

Deuses Americanos

 

Obra mais conhecida de Neil Gaiman e que precisa ser lida por quem quer se aventurar em suas histórias. Nele, há uma mistura bem-humorada de mitologia e mundos alternativos com um estilo de narrativa muito próprio do autor. Tudo isso para contar a história de Shadow Moon, um homem que descobre que a esposa morreu apenas depois de ser solto da cadeia. A partir daí, ele entra numa espiral de depressão e desilusão até conhecer Wednesday, homem enigmático que coloca o protagonista no mundo habitado por deuses e por toda essa mitologia típica de Gaiman. Estranho, mas é um livraço.

 

Os livros da magia

 

Além dos romances, é interessante se aventurar nos outros formatos de Gaiman. E um deles é o universo da HQs. Em Os Livros da Magia, o autor roteiriza a jornada do menino Timothy e seu primeiro contato com a magia. Para o garoto, essa foi uma grande descoberta. No entanto, para os praticantes das artes mágicas, a sua presença já era conhecida. Afinal, assim como Harry Potter, ele está predestinado a se tornar o maior mago do mundo -- o que carrega, claro, série de ameaças e dificuldades no caminho.

 

Lugar Nenhum

 

Muitos dizem que este livro é uma continuação ou até um spin-off de Deuses Americanos. Mas o fato é que este é um teste que Gaiman fez para fortalecer o seu estilo e que deu muito certo. Lugar Nenhum conta a história de London Below e seus estranhos habitantes -- e sempre envolvendo mundos alternativos, deuses e magia. No entanto, o grande diferencial aqui está na construção dos vilões, mais complexos que o usual e que trazem camadas mais interessantes, e irônicas, às histórias de Gaiman.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Publicidade