• Matheus Mans

7 livros e filmes que fogem do óbvio sobre a Segunda Guerra Mundial


Falar sobre Segunda Guerra Mundial nos cinemas e na literatura parece chover no molhado. Geralmente, os filmes e livros sobre o tema repetem as mesmas coisas e emulam os mesmos tipos de emoções, sem sair do lugar-comum sobre o tema. No entanto, de vez em quando, surgem histórias que revertem a lógica e trazem olhares inéditos e surpreendentes desse tema.


Abaixo, o Esquina listou algumas histórias -- sejam filmes ou livros -- que trazer um olhar diferente sobre esse conflito que abalou o globo. E não esqueça: deixe sua dica nos comentários!


Os Garotos Dinamarqueses que Desafiaram Hitler


Este livro de Phillip Hoose é interessantíssimo por vários fatores. Primeiramente, inova no formato com relatos, narrativa convencional, imagens e informações dentro de boxes sobre os efeitos da Segunda Guerra Mundial na Dinamarca. Num segundo momento, também chama a atenção pelo ineditismo da história. Além de falar sobre a invasão nazista na Dinamarca, que é algo pouco abordado por filmes e livros, se aprofunda na história de garotos que decidiram sabotar os soldados nazistas com roubo de armas e explosões. Curioso, forte e muito marcante.


O Zoológico de Varsóvia


Longa-metragem de Niki Caro (diretora do vindouro Mulan), O Zoológico de Varsóvia serve como uma mosquinha num microcosmo durante a Segunda Guerra Mundial. Acompanha a difícil jornada de uma das responsáveis (Jessica Chastain) pelo zoológico de Varsóvia, capital da Polônia, duramente afetada pela invasão nazista no País. Além de tentar proteger os animais, ela entra na briga e começa a proteger judeus da região -- ao melhor estilo A Lista de Schindler.


Corações de Ferro


Muitos não gostam deste filme de David Ayer (do malfadado Esquadrão Suicida). Mas considero a dinâmica interessantíssima. Na trama, um grupo de soldados (Brad Pitt, Logan Lerman, Michael Peña) fica preso dentro de um tanque de guerra no meio do campo inimigo. Assim, eles precisarão dar um jeito de derrotar os nazistas enquanto sobrevivem sem sair do lugar. É daqueles filmes tensos, repletos de momentos altos, com atuações de ponto desse bom elenco.


O Pacto entre Hollywood e o Nazismo


Excelente livro-denúncia que fala sobre o acordo entre os grandes estúdios de Hollywood com Adolph Hitler e seu exército nazista. Nele, o autor Ben Urwand revela detalhes sobre esse acordo -- inédito até então -- em que estúdios se comprometiam a não falar mal de nazistas em seus filmes para que pudessem continuar fazendo negócios com os alemães e seus países aliados. Bem escrito e elegante, o livro traz informações completas, bem checadas e aprofundadas, para mostrar como a preocupação com o próximo pode ficar abaixo do dinheiro.


Quando os livros foram à guerra


Você sabia da importância da literatura durante a Segunda Guerra Mundial? É sobre isso que fala o interessante Quando os livros foram à guerra. Nele, a autora Molly Guptill Manning conta a história da Armed Services Editions, editora que se especializou em publicar livros "adequados" para soldados em campos de guerra, chegando a um total de 1,2 mil títulos. Curioso e cheio de criatividade, livro mostra a importância dessas histórias na resistência de milhares de soldados.


A Estrada 47


O papel do Brasil na Segunda Guerra Mundial sempre é deixado de lado -- inclusive, pouquíssimos brasileiros sabem sobre o papel dos pracinhas na Guerra. Por isso é tão importante assistir ao filme A Estrada 47, de Vicente Ferraz, que fala sobre um grupo brasileiro de soldados que, após um ataque de pânico no sopé do Monte Castelo, precisam decidir entre enfrentar o inimigo ou passar por um julgamento na Corte Marcial. Além da qualidade da produção, destacam-se as atuações do elenco principal Daniel de Oliveira e Thogun. Bom filme.


Meu Nome é Sara


Filme recente, que acabou de sair dos cinemas por conta da crise do coronavírus, Meu Nome é Sara conta a história de uma garota que se infiltra numa família ucraniana para escapar da morte certeira. No entanto, o desafio vai se tornando cada vez maior conforme Sara entra na vida daquela família e começa a se envolver em algumas situações complicadas -- que parte de traição e vai até abuso. Grave e soturno, é um filme muito pessoal e emocionante. Vale assistir.

#Lista #Filme #Filmes #Livros #Literatura

1 comentário