• Matheus Mans

Hanna homenageia bossa de João Gilberto em novo CD


Considerado um dos "pais" da Bossa Nova, João Gilberto é um homem recluso. Nunca gostou muito de conversa, nem da exposição da mídia. E agora, aos 88 anos, menos ainda. Só aparece por aí em registros da neta no Facebook e nada mais. Surpreendentemente, porém, ele deu a benção ao trabalho da cantora alagoana Hanna, que está fazendo uma recapitulação e releitura da obra do intérprete de Desafinado, Chega de Saudade e outras obras-primas. Já são dois discos na conta.

"Fiz uma pesquisa no repertório do João Gilberto e escolhi duas músicas de sua autoria, de um total de 23 músicas selecionadas. Fiz solicitação de autorização para a gravação, já achando que poderia não ter as autorizações de todas", conta a cantora Hanna, por e-mail, ao Esquina. "No entanto, tive a sorte de todas serem autorizadas. Inclusive as músicas de João Gilberto. Todas as escolhidas são maravilhosas, como Hó-bá-lá-lá-lá e Bim Bom, compostas por João. Resolvi gravar todas 23 músicas. Fiz um álbum duplo".

Atualmente, Hanna acaba de lançar no mercado do segundo volume dessa releitura e homenagem, o delicioso disco duplo O Amor é Bossa Nova – Homenagem a João Gilberto – Volume 2. A obra vem quatro anos após o primeiro volume e, como dito por Hanna, estica o número de canções de 16 para 23. Dentre as canções homenageadas, clássicos como Aquarela do Brasil, Retrato em Branco e Preto, Corcovado, Águas de Março e Fotografia. Juntos, os volumes se revelam como registos importantíssimos.

Afinal, a Bossa Nova, após a morte de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, e do sumiço de João Gilberto dos palcos, acabou limitada e, atualmente, vê-se pouca produção do gênero. Mas Hanna não liga pra isso. "Essa dificuldade é que me dá forças de lutar e conseguir conquistar teatros, casas de cultura. Se não existir a luta não haverá o vencedor. Eu gosto de desafios! Para que aconteça a Bossa Nova, para que o jovem possa conhecer esse ritmo criado pelo mestre João Gilberto", disse a cantora.

Mas agora, a grande pergunta: como foi conseguir a autorização de João Gilberto, que fala com pouquíssimas pessoas? "Fiquei emocionada quando recebi a autorização de João Gilberto", confessa a cantora. "Converso muito com João ao telefone, ele está encantado e muito feliz com minha homenagem a ele. Ele admira a minha voz. Acha lindo o meu nome Hanna. E ele está muito feliz em receber essa minha homenagem".

O novo disco está disponível nas plataformas digitais de streaming e também à venda em formato físico. E Hanna já pensa em futuros trabalhos. "Estou planejando gravar o meu próximo álbum com minhas composições em ritmo de jazz", conta Hanna ao Esquina. "Mas atualmente o meu desafio maior é resgatar a Bossa Nova do João Gilberto para todo o mundo. Felizmente, a Bossa Nova continua bem aceita por aí."