• Matheus Mans

'Pantera Negra' e quatro filmes do Oscar chegam aos cinemas


O Oscar está chegando cada vez mais perto. Com isso, os lançamentos nos cinemas ficam ainda mais quentes e mais ligados ao prêmio da Academia. Nesta penúltima semana de fevereiro, então, espectadores brasileiros poderão encontrar nos cinemas quatro ótimos longas que concorrem ao Oscar em diferentes categorias. A nova aposta da Marvel também esquenta a semana.

O Esquina, como sempre, separou os principais lançamentos e falou um pouco mais sobre cada um deles aqui. Além disso, colocou as opiniões de diferentes veículos especializados sobre cada uma das produções -- sejam opiniões positivas ou negativas. Ao clicar no título de cada filme, é possível também ler a ficha técnica completa de cada obra no site do iMDB. Divirta-se!

Eu, Tonya

Filme baseado numa bizarra história real, Eu, Tonya é um dos "oscarizáveis" que chegam aos cinemas nesta semana: concorre nas categorias de Melhor Atriz, Melhor Montagem e Melhor Atriz Coadjuvante -- ao que tudo indica, deve levar nesta última. No centro da trama, acompanhamos a história de uma patinadora que se vê envolvida, quase sem querer, no centro de um escândalo. Aqui no Esquina, a avaliação foi positiva: "Margot Robbie transforma, com louvor, toda a tragédia pessoal de Tonya em um triunfo das telonas". O Adoro Cinema também gostou. "O filme é capaz de trazer belíssimas sequências, apoiadas em uma fotografia lavada", afirmou.

Lady Bird

É o grande representante indie desta leva de indicações e mostra a força que da direção de Greta Gerwing -- que já foi estrela de filmes como Frances Ha. Aqui, acompanhamos a vida de uma garota cansada da sua rotina e que não vê a hora de sair de casa. A mãe, claro, fica receosa com o futuro da garota e acaba causando uma série de inquietações. Aqui no Esquina, aprovamos o resultado da estreia de Greta. "A jornada da protagonista mostra que tudo bem querer voar e passar por cima de tantos obstáculos", reflete a crítica.

Mudbound

Mudbound era a grande aposta da Netflix para a temporada de premiações -- infelizmente, porém, o filme só ganhou indicações em categorias coadjuvantes como Melhor Fotografia, Canção Original, Roteiro Adaptado e Atriz Coadjuvante. No entanto, a história de uma família negra no interior dos Estados Unidos tem caído no gosto da crítica. O Cinepop aplaudiu a qualidade do longa: "Mudbound é um drama poderoso da Netflix, digno de suas quatro indicações ao Oscar, que sabe explorar os personagens de maneira significativa e natural." No Esquina, também gostamos do resultado apesar do final piegas. "Mudbound é uma grande recuperação da Netflix no segmento de longas e merece ser lembrado na temporada de premiações", afirmou a crítica.

Pantera Negra

Grande aposta da Marvel para sua nova safra de personagens, o herói Pantera Negra chega aos cinemas com muito hype e esse enorme desafio para o estúdio comandado por Kevin Feige. No centro da história, Wakanda. Um país fictício, localizado na África, e que é o lar do Rei T'Challa -- ou Pantera Negra para os íntimos. Ele, então, precisará defender seu País enquanto lida com uma poderosa ameaça de fora. Aqui no Esquina, gostamos do resultado, mas esperávamos mais. "O filme é bom, é representativo e insere Pantera Negra com louvor no Universo Marvel. Mas há erros, como diálogos bregas, cenas desnecessárias e um CGI que beira o amador", afirmou.

Três Anúncios para um Crime

É a grande aposta no período e o grande favorito pra faturar o prêmio de Melhor Filme de 2018. No centro da história, acompanhamos uma mãe fragilizada que tenta buscar vingança pelo assassinato da filha. "É uma história crua, direta ao ponto e sem grandes cuidados em ser correta. No final, isso deixa uma sensação maravilhosa no espectador, que sai com a certeza de ter visto um dos melhores filmes do ano", afirmou a crítica do Esquina, durante a cobertura da Mostra Internacional. O Observatório do Cinema foi pelo mesmo caminho. "Três Anúncios para um Crime é uma obra que lembra muito uma tradição dramatúrgica, na sua potência textual e na força da atuação."