Buscar
  • Matheus Mans

Resenha: 'A História do Sistema Solar Para Quem Ter Pressa' é bom livro


Logo no começo de A História do Sistema Solar para Quem Tem Pressa, livro de Alberto Delerue e publicado pela Editora Valentina, o autor faz uma constatação óbvia, mas interessante: o céu que a sociedade via há dois milhões de anos é muito parecido com o céu que vemos hoje. É algo aparentemente imutável. Mas, no fundo, há muita coisa e muita história por trás desses astros.


E é isso que investiga Delerue, ao longo de cerca de 200 páginas. Em A História do Sistema Solar para Quem Tem Pressa, o jornalista e escritor pega esse tema complexo e o traduz em uma escrita fácil, leve e simples -- sem nunca se tornar simplista ou banal demais, vale dizer. O grande ponto daqui, como do livro de cinema, é que o tema se torna acessível para todos.

Neste caso específico, Delerue opta por dividir os capítulos pelos principais astros do Sistema Solar. Fala sobre o Sol, sobre a Terra, Mercúrio, Marte, Júpiter e por aí vai. Cada um deles conta com um espaço para chamar de seu ao longo das 200 páginas, onde o escritor encontra meios de traduzir complexas teorias e explicações científicas de uma maneira palatável. Tudo flui bem.


Além disso, para quem já tem conhecimento sobre espaço, Delerue vai além. Ele também se vale de alguns academicismos, números e termos específicos para explicar coisas inatingíveis nas palavras -- como tamanho de planeta, atmosfera de Júpiter e coisas do tipo. Para quem não é da área, cansa um pouco. Mas para os que tem algum conhecimento, é um bom acréscimo.


Ao final, a sensação é boa com A História do Sistema Solar para Quem Tem Pressa. Ainda que seja um pouquinho repetitivo em sua estrutura quase de almanaque, a escrita é boa, as ideias fluem e você fecha o livro com a sensação de que realmente aprendeu algumas coisas. Bom acréscimo à série "para quem tem pressa", da Valentina, que vai muito, muito além do óbvio.

#Resenha #Crítica #Literatura #Livro #Ciência