• Matheus Mans

Resenha: 'Talvez Você Deva Conversar com Alguém' fala sobre importância da terapia


Apesar de estarmos no século XXI, já nos anos de 2020, a terapia ainda é um tabu para muitos. Afinal, algumas pessoas continuam a acreditar que manter consultas com psicólogos é apenas para quem está passando por algum momento conturbado mentalmente ou coisa do tipo. Mas não é nada disso. A psicologia, mais do que isso, é um suporte para enfrentarmos a realidade.


E é sobre isso que fala o excelente livro Talvez Você Deva Conversar com Alguém, de Lori Gottlier e publicado no Brasil pela Editora Vestígio. Escrito em primeira pessoa, a obra é um relato completo, bem-humorado e contundente sobre a experiência de Lori como psicóloga. Assim, ela mescla a sua vida, atendimentos que a realizou e experiências profissionais.


E é nessa intersecção de assuntos que o livro se torna rico. Afinal, saindo de um academicismo qualquer e esquecível, Lori Gottlier humaniza a figura da psicóloga e quebra qualquer barreira do divã. O leitor -- seja ele alguém que faz terapia ou que nunca sequer cogitou ir em um psicólogo em toda a sua vida -- tem seus preconceitos quebrados logo de cara, indo muito além.

Afinal, em momento algum a autora se coloca como alguém superior. Muito pelo contrário. Como uma pessoa real e passível de problemas e questionamentos, ela mostra que a figura do psicólogo não está ali para dar respostas certeiras, nem para ser um ser iluminado que sabe de tudo. Está ali, na verdade, para conversar. E dar um suporte para pessoas e seus problemas.


Interessante, também, acompanhar alguns relatos de Gottlier sobre pacientes do passado. Mostra como a psicologia encontra pontos sensíveis a serem conversados, mesmo quando esses mesmos pacientes entram na terapia achando que precisam de um psicólogo por conta de uma bobagem. Mas, no final, mais questões acabam surgindo durante a terapia. Enfim.


Talvez Você Deva Conversar com Alguém é um livro que todos devem ler. Todos. Independente de gostar ou não de terapia, de achar que precisa ou não conversar com um psicólogo. Este é um livro que desperta ideias, reflexões, sentimentos. Você pode até virar a última página sem ter vontade de começar a ir em um psicólogo. Mas, sem dúvidas, terá vontade de falar com alguém.

#Resenha #Crítica #Livro #Literatura #Psicologia