Buscar
  • Matheus Mans

4 biografias essenciais sobre personalidades históricas


Tem gente que não gosta, mas biografias de personalidades históricas se tornaram um dos pilares da literatura moderna. Afinal, a partir desse olhar aguçado e específico sobre o passado, podemos nos inspirar e tomar atitudes como lição -- ou, em alguns casos, com o que não fazer. Isso sem falar de reflexões sobre histórias de personalidades importantes para hoje em dia.


A seguir, listamos quatro títulos que são indispensáveis na estante de qualquer um que gosta de boas biografias. Basta apenas um pouco de força de vontade, dado o tamanhos dos calhamaços.


Napoleão, de Adam Zamoyski

Publicada no Brasil pela Crítica, da Editora Planeta, esta biografia dá gosto de ler. Primeiramente, pelo acabamento absolutamente completo do livro -- a capa dura, a excelente gramatura do papel e pequenos detalhes, como o tamanho bom da letra e a impressão de qualidade de mapas importantes para compreensão. A experiência de manejar o livro, assim, é complementar à leitura. O meio também é a mensagem, como já disseram por aí.


No entanto, obviamente, Napoleão vai além da beleza da obra. Zamoyski, aqui, é o responsável por criar o relato absoluto e conclusivo do líder francês. O autor, que é historiador e tem outros livros de peso no currículo, se vale de uma ampla bibliografia para cercar todas as possibilidades e detalhes da vida de Napoleão. Com a leitura desta obra, mergulhamos fundo.


Olga, de Fernando Morais

Um dos principais livros do jornalista Fernando Morais, Olga é o menor livro daqui. É fininho, direto ao ponto. No entanto não poderia ser mais potente. Afinal, Morais conta a história de de Olga Benário, jovem militante comunista alemã, de origem judaica, que, após participar de uma ação paramilitar para libertar seu companheiro de militância e namorado Otto Braun da prisão, foge para a União Soviética. É lá que ela conhece Luís Carlos Prestes, o político brasileiro.


A partir daí, começa uma jornada cheia de emoção. Afinal, os dois se apaixonam, eles saem da URSS para o Brasil e, aí, começa uma outra perseguição. Dessa vez, os dois precisam se virar para escapar das garras da ditadura de Getúlio Vargas. Enquanto isso, o fantasma e os medos de Benário em voltar para a Alemanha nazista a perseguem o tempo todo. Forte e essencial.


Zé do Caixão, de André Barcinski e Ivan Finotti

Outra biografia essencial sobre uma personalidade brasileira é Zé do Caixão, da dupla de jornalistas André Barcinski e Ivan Finotti. Com uma escrita leve e suave, que flui sem problemas, a obra se aprofunda em todos detalhes desse cineasta que promoveu uma verdadeira revolução nos cinemas brasileiros e criou os pilares para filmes de terror na América Latina. Há um cuidado muito bem dosado pelos autores em trazer essa importância toda, sem endeusá-lo.


Além disso, Zé do Caixão apresenta detalhes saborosos que deixam qualquer um empolgado e interessado -- seja fã de Mojica ou não. Afinal, as artimanhas do cineasta para produzir o horror na tela mostram a criatividade desse diretor tão importante para o cinema brasileiro. Um livro que deve deixar os amantes do cinema encantados. É impossível terminá-lo sem amar Mojica.


Hitler, de Ian Kershaw

E não são apenas biografias de personalidades unânimes que são essenciais -- ainda que Napoleão tenha seu lado obscuro, como muito bem pontua a obra de Zamoyski. No entanto, é importantíssimo saber e conhecer a história de Adolf Hitler. Afinal, só assim não iremos cometer os mesmos erros. E aqui, Ian Kershaw faz um panorama completíssimo, sem deixar escapar nada. Tudo da vida do líder nazista pode ser encontrado nas centenas de páginas da biografia.


Ao final, vem a catarse. Por mais que haja passagens obscuras e perturbadoras, dado o perfil maligno do biografado, há muito a se destacar aqui. É possível entender de onde Hitler surgiu, o que favoreceu sua chegada ao poder e, principalmente, como a mentalidade do nazismo foi formada. Não é um livro fácil, por vários motivos. Mas, dados os tempos atuais, é indispensável.

#Lista #Livros #Livro #Literatura #Biografia #História