• Matheus Mans

Os 7 melhores filmes originais da Netflix em 2019


A Netflix, ao contrário de 2018, teve um ano excelente -- principalmente nesse finalzinho, quando o serviço de streaming começou a lançar suas apostas ao Oscar. Ainda que muita bomba tenha estreado no catálogo, como The Silence e Sequestrando Stella, muitas outras produções de peso e qualidade ganharam espaço e conquistaram o coração do público.


Abaixo, confira os 7 filmes originais preferidos do Esquina lançados na Netflix durante 2019:


7.



Título: Paddleton

Direção: Alexandre Lehmann

Elenco: Mark Duplass, Ray Romano, Christine Woods

Nota do filme: 6,7

1. Originalidade: 6,0

2. Qualidade Técnica: 6,5

3. História: 7,0

4. Atuações: 7,0

5. Caráter Mobilizador: 7,0


Justificativa: Filme que começa com uma comédia bobinha, que quase estraga a experiência, mas que logo evolui para um drama forte sobre amizade e morte. A forma que Lehmann tratou a questão do suicídio assistido surpreendeu. O melhor de tudo ali, porém, são as atuações certeiras de Duplass e Romano, que emocionam e empolgam. Crítica completa do filme AQUI.


6.



Título: Polar

Direção: Jonas Åkerlund

Elenco: Mads Mikkelsen, Vanessa Hudgens

Nota do filme: 6,8

1. Originalidade: 6,0

2. Qualidade Técnica: 7,5

3. História: 7,0

4. Atuações: 7,5

5. Caráter Mobilizador: 6,0


Justificativa: Filme bizarro, mas cheio de cor, estilo e uma violência gráfica de chocar. Esses são os atributos de Polar, longa-metragem que lembra um John Wick, mas com ainda mais coisas estranhas acontecendo. Åkerlund, especialista em bizarrices, se vale de uma fotografia insana para tornar o longa-metragem memorável. A vontade é de ver mais. Crítica completa AQUI.


5.



Título: I am Mother

Direção: Grant Sputore

Elenco: Rose Byrne, Clara Rugaard, Hilary Swank

Nota do filme: 6,9

1. Originalidade: 6,0

2. Qualidade Técnica: 7,5

3. História: 7,5

4. Atuações: 7,5

5. Caráter Mobilizador: 6,0


Justificativa: Ainda que a trama lembre outras produções, Sputore conseguiu fazer uma grande estreia como diretor de longas e criou uma vilã irrepreensível, repleta de camadas -- e com um trabalho de voz excelente de Rose Byrne. A ambientação distópica e o clima claustrofóbico, ao melhor estilo Alien, fazem do filme uma obra memorável em 2019. Crítica completa AQUI.


4.



Título: Dois Papas

Direção: Fernando Meirelles

Elenco: Anthony Hopkins, Jonathan Pryce

Nota do filme: 7,4

1. Originalidade: 7,0

2. Qualidade Técnica: 8,5

3. História: 6,5

4. Atuações: 9,0

5. Caráter Mobilizador: 6,0


Justificativa: De todo o ano de 2019, é o filme com a direção mais marcante e presente. Cada frame, cada escolha de filmagem e cada música surgem com maestria na tela, orquestrados pela habilidade de Meirelles. O mais impressionante, porém, são os atores. Hopkins e Pryce mostra o porquê de serem os melhores atores da atualidade. Filmão. Crítica completa AQUI.


3.



Título: Indústria Americana

Direção: Steven Bognar e Julia Reichert

Entrevistados: Junming 'Jimmy' Wang, Robert Allen, Sherrod Brown

Nota do filme: 8,2

1. Originalidade: 7,0

2. Qualidade Técnica: 7,5

3. História: 8,5

4. Entrevistas: 8,0

5. Caráter Mobilizador: 10,0


Justificativa: A Netflix é excelente na realização de documentários. E com Indústria Americana dá uma prova cabal disso. Dirigido por Steven Bognar e Julia Reichert, o longa-metragem apresenta imagens marcantes de uma fábrica da GM, nos EUA, que fecha e é comprada por um grupo chinês. Mostra efeitos da precarização do trabalho. Filmão. Crítica completa AQUI.


2.



Título: O Irlandês

Direção: Martin Scorsese

Elenco: Robert de Niro, Al Pacino, Joe Pesci

Nota do filme: 9,0

1. Originalidade: 8,5

2. Qualidade Técnica: 9,5

3. História: 9,5

4. Atuações: 10,0

5. Caráter Mobilizador: 7,5


Justificativa: Um dos filmes mais esperados do ano, O Irlandês chegou com toda sua pompa e duração na Netflix. E, de fato, a espera valeu a pena: De Niro, Al Pacino e Pesci são resgatados por Scorsese em atuações de gala. E as 3h30 de duração passam voando, com uma trama de máfia diferente do usual. Pena que falta algo no final. De resto... Crítica completa AQUI.


1.



Título: História de um Casamento

Direção: Noah Baumbach

Elenco: Adam Driver, Scarlett Johansson, Laura Dern

Nota do filme: 9,1

1. Originalidade: 9,0

2. Qualidade Técnica: 9,5

3. História: 9,5

4. Atuações: 10,0

5. Caráter Mobilizador: 7,5


Justificativa: E quem diria: o melhor filme do ano da Netflix veio de Baumbach. Com atuações impecáveis de todo o elenco, o longa-metragem possui momentos marcantes e que devem entrar pra história do cinema -- a briga, o portão. É um filme potente e muito forte. Só faltava mostrar mais do ponto de vista da esposa, um pouco esquecida. Crítica completa AQUI.

* Para desempate, seguiu-se a ordem de notas: originalidade, qualidade técnica, história, atuações e caráter mobilizador.

** Algumas notas mudaram entre diferentes rankings por conta de contexto.

#Lista #Netflix #Cinema #MelhoresDoAno #DicadeStreaming #Filme #Filmes