• Matheus Mans

Os 6 melhores filmes de terror de 2019


Infelizmente, 2019 não foi um grande ano para o horror. Grandes franquias decepcionaram, como foi o caso de It: Capítulo 2 e Anabelle 3, enquanto projetos originais não caíram no gosto do grande público, como A Maldição da Chorona e Ma. No entanto, ainda assim, alguns títulos sobreviveram ao fraco momento do cinema de gênero e chamaram atenção de público e crítica.


Abaixo, confira a seleção do Esquina para os terrores mais interessantes lançado em 2019:


6.



Título: Histórias Assustadoras para Contar no Escuro

Direção: André Øvredal

Elenco: Zoe Margaret Colletti, Michael Garza, Gabriel Rush

Nota do filme: 6,2

1. Originalidade: 8,0

2. Qualidade Técnica: 6,5

3. História: 5,5

4. Atuações: 5,0

5. Caráter Mobilizador: 6,0


Justificativa: Produzido pelo oscarizado Guillermo Del Toro, Histórias Assustadoras para Contar no Escuro tem uma narrativa toda problemática e um tom de série que não encaixa com o cinema -- além de uma chance de reviravolta perdida no final. No entanto, vale trazer o filme ao ranking por sua originalidade que destoa dos lançamentos pasteurizados que tivemos ao longo do ano. É um filme problemático, sim. Mas que merece seus louros. Crítica completa AQUI.


5.



Título: I am Mother

Direção: Grant Sputore

Elenco: Rose Byrne, Clara Rugaard, Hilary Swank

Nota do filme: 6,9

1. Originalidade: 6,0

2. Qualidade Técnica: 7,5

3. História: 7,5

4. Atuações: 7,5

5. Caráter Mobilizador: 6,0


Justificativa: Esta ficção científica de horror foi uma das grandes surpresas da Netflix em 2019. Ainda que sua trama lembre outras produções por aí, Sputore conseguiu fazer uma grande estreia como diretor de longas e criou uma vilã irrepreensível, repleta de camadas -- e com um trabalho de voz excelente de Rose Byrne. A ambientação distópica e o clima claustrofóbico, ao melhor estilo Alien, fazem do filme uma obra memorável em 2019. Crítica completa AQUI.


4.



Título: Predadores Assassinos

Direção: Alexandre Aja

Elenco: Kaya Scodelario, Barry Pepper

Nota do filme: 7,0

1. Originalidade: 6,0

2. Qualidade Técnica: 6,0

3. História: 8,0

4. Atuações: 7,5

5. Caráter Mobilizador: 7,5


Justificativa: Filme preferido de Quentin Tarantino em 2019, Predadores Assassinos tem dois momentos bem diferentes. Na sua segunda metade aposta num cinemão repleto de momentos de tensão e efeitos especiais -- coisas que não funcionam muito bem, por conta do orçamento apertado. No entanto, a primeira metade repleta de tensão e elementos de horror é uma delícia de assistir. Angustiante, sombrio, tenso. Merece, por isso, o quarto lugar. Crítica completa AQUI.


3.



Título: Midsommar

Direção: Ari Aster

Elenco: Florence Pugh, Jack Reynor, Vilhelm Blomgren

Nota do filme: 7,8

1. Originalidade: 8,5

2. Qualidade Técnica: 7,5

3. História: 8,0

4. Atuações: 7,5

5. Caráter Mobilizador: 7,5


Justificativa: E aqui, com Midsommar, temos um grande salto de qualidade na lista. Dirigido pelo talentoso Ari Aster (Hereditário), o longa-metragem surpreende com elementos escandinavos e um profundo mergulho em lendas folclóricas para narrar a jornada de um grupo de jovens em um vilarejo. Apesar do excesso de metáforas no roteiro de Aster, o filme é um sopro de originalidade e frescor no cinema de horror em 2019. Filmão. E a crítica completa está AQUI.


2.



Título: Clímax

Direção: Gaspar Noé

Elenco: Sofia Boutella, Romain Guillermic, Souheila Yacoub

Nota do filme: 8,0

1. Originalidade: 8,5

2. Qualidade Técnica: 8,5

3. História: 8,0

4. Atuações: 7,5

5. Caráter Mobilizador: 7,5


Justificativa: Filme com a marca registrada do polêmico Gaspar Noé, Clímax é a experiência mais bizarra de 2019. Com uma ambientação alucinógena e um estilo bizarro de filmagem, o longa-metragem insere o espectador na viagem dos próprios personagens e faz com que o cinema -- ou sua casa -- se torne parte integrante daquela brisa sem fim. Isso sem falar das músicas, que contagiam e dão o tom. Um dos melhores filmes do ano. A crítica está AQUI.


1.



Título: Nós

Direção: Jordan Peele

Elenco: Lupita Nyong'o, Winston Duke, Elisabeth Moss

Nota do filme: 9,8

1. Originalidade: 10,0

2. Qualidade Técnica: 10,0

3. História: 9,5

4. Atuações: 9,5

5. Caráter Mobilizador: 10,0


Justificativa: Não tem pra ninguém. Nós, do cineasta Jordan Peele, é o grande filme do ano e, com isso, o grande filme de horror de 2019. Com uma trama repleta de metáforas inteligentes e com uma crítica mordaz, o longa=metragem leva o espectador por caminhos tortuosos até uma conclusão épica. As cenas de ação e violência são de tirar o fôlego, enquanto os duplos dos personagens são assustadores. Difícil não ficar impactado com esse filmaço. A crítica está AQUI.

Observações

* Para desempate, seguiu-se a ordem de notas: originalidade, qualidade técnica, história, atuações e caráter mobilizador.

** Algumas notas mudaram entre diferentes rankings por conta de contexto.

#Lista #Cinema #Filme #Filmes #Terror #Horror #MelhoresDoAno